sábado, 12 de outubro de 2013

Para Fran: Com Amor e Sororidade





Estava na internet quando soube do ocorrido com você. Sobre o vídeo de 13 segundos que retrata um momento de sua intimidade.


Só gostaria que você compreendesse que essas coisas acontecem pelo machismo da nossa sociedade. Este repousa na ideia de que homens e mulheres não podem ter direitos iguais, e o direito ao sexo está incluído nisso.


Um homem pode ter uma vida sexual extremamente ativa e será valorizado por isso. Para todos os efeitos, ele está apenas cumprindo o seu papel de macho, exercendo a tarefa de espalhar o seu esperma pelo mundo. Já uma mulher que resolva exercer livremente a sua sexualidade, será apedrejada, deslegitimada, ofendida, desvalorizada, e rotulada

Rótulos que certamente devem estar pesando sobre você. Ofensas que devem estar chegando, e lhe oprimindo, lhe deixando insegura, assustada e com medo de não conseguir se recuperar.
Eu te entendo. Você se sentiu segura.Deu vazão aos seus desejos, ao seu tesão, e se permitiu viver uma experiência que pode ser muito divertida.
Se permitiu gozar.Se entregar. Apenas uma grande alma consegue fazer isso, vivenciar ao extremo aquela paixão que nos tira o chão, e nos deixa tão envolvida que esquecemos de como a sociedade pune as mulheres que se entregam ao amor e ao prazer.
O que você precisa saber é que não é culpada pelo que está acontecendo. É a vitima. A vitima de uma sociedade que não vê com bons olhos mulheres que gozam, dão de quatro, de lado, por cima, que "chupam", e se sentem felizes com isso, filmam, dão de novo, e repetem tudo que está no vídeo, para gozar novamente.
O que se espera de uma mulher "direita" é que ela mecanicamente abra as pernas e proporcione prazer ao macho, e tão somente a ele.
É essa sociedade que formou o Canalha que lhe expôs.
Mas, tenha calma. Você não está só.Existe um conceito no feminismo que se chama Sororidade, que se refere ao pacto entre mulheres, a irmandade. Não sei quem você é.Mas, tenha certeza que tem um exercito de mulheres te apoiando. Mulheres que certamente já ouviram alguma das criticas que você está recebendo.
E homens também. Nem todos eles são iguais aos canalha que divulgou o vídeo.
Espero sinceramente, que esta tempestade passe. E que você volte a ser feliz, a andar sem medo nas ruas, e que volte e gozar. Muito. Transformando cada orgasmo em um ato de resistência.

Força garota.
Estamos com você.

2 comentários:

  1. Luana é isso ai. Arrasooo!!! Ótimo texto! Me representa.

    ResponderExcluir
  2. Aprendi com vc, Jeu...Nosso corpo, nossas regras, né minha preta?

    ResponderExcluir